Rio Brilhante: Suspeitos de matarem com pedaço de pau e televisão em beira de córrego são presos

Keoma de Souza Pereira, 23, e Alessandro Henrique Barreto de Sousa de 20 anos foram presos pelo assassinato de Claudomiro Gerônimo da Silva, 44, ocorrido no último sábado (26) em uma região conhecida como “ponte do córrego Araras’ em Rio Brilhante, cidade a 160 quilômetros de Campo Grande. O corpo da vítima foi encontrado no domingo (27).

Os dois suspeitos, moradores de Rio Brilhante, foram presos durante trabalho conjunto entre policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) coordenados pelo delegado Alexandre Neves e policiais militares. Os dois confessaram o assassinato e deram detalhes.

Claudomiro, que de acordo com o site rio Brilhante em Tempo Real, é natural de Lins (SP) vivia a pouco tempo em Rio Brilhante e, na maior parte do tempo, ficava na praça central da cidade, ingerindo bebida alcoólica junto com outras pessoas em situação de rua, inclusive com Keoma.

Segundo a polícia, no sábado à tarde, Claudomiro, Keoma, Alessandro e outras pessoas foram até a região para beber e assar carne. Em certo momento, houve uma discussão entre Keoma e a vítima. Com um pedaço de pau, de acordo com a polícia, Keoma golpeou a cabeça de Claudomiro que caiu.

Em seguida com ajuda de Alessandro a vítima foi arrastada em cima de um tapete de crochê até a mata a beira do córrego. Ao perceber que Claudomiro ainda estava vivo, os dois pegaram uma TV que já estava no local, e colocaram o aparelho em cima do rosto de Claudomiro que teve a garganta cortada com os pedaços de vidros da tela. Ele morreu logo em seguida.

As outras pessoas que estavam no local, teriam ido embora assim que as agressões começaram.

Os dois então abandonaram o corpo e fugiram até serem localizados pela Polícia. Eles responderão por homicídio qualificado pelo motivo fútil, podendo responder ainda por ocultação de cadáver.

Keoma também vai responder por uma tentativa de homicídio ocorrida no sábado (26), por volta das 18h na praça central, onde a vítima foi atingida com um golpe de faca de serra e ficou com a lâmina dentro do abdômen.

A princípio o caso foi registrado como lesão corporal, mas de acordo com Alexandre Neves, já é tratado como tentativa de homicídio. A vítima, um artesão de 52 anos morador em Tacuru está internado em um hospital de Dourados e não corre risco de morte. O motivo seria uma briga entre Keoma e o artesão

Pin It

Comentários estão encerrados.