OAB/MS recebe 64 novos advogados e Mansour fala sobre importância do Exame de Ordem

Presidente Mansour Elias Karmouche

Com auditório lotado, solenidade realizada nesta terça-feira (04) marcou a entrada de 64 advogados e advogadas na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS). Na última cerimônia de entrega de carteira do ano, o Presidente Mansour Elias Karmouche chamou a atenção em seu discurso para a importância das prerrogativas e do Exame de Ordem.

Compuseram a mesa principal o Presidente Mansour Elias Karmouche; o Vice-Presidente da OAB/MS Gervásio Alves de Oliveira Júnior; o Secretário-Geral Marco Aurélio Rocha; o Secretário-Geral Adjunto Vinicius Monteiro Paiva; o Conselheiro Estadual Marcos Pollon (Padrinho da Turma); a Secretária-Geral Adjunta da CAAMS, Dora Waldow; o Diretor-Geral da ESA/MS, Ricardo Pereira; a Presidente da Comissão da Jovem Advocacia, Janaina Pouso; e o Presidente em exercício do Tribunal regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), Abrão Razuk.

A Presidente da Comissão da Jovem Advocacia, Janaina Pouso cumprimentou a mesa e deu as boas-vindas aos profissionais convidando-os a participarem das Comissões da OAB/MS. “Eu sei que não foi fácil à chegada até esse momento, dias de muitas lutas estudando e se dedicando. O medo, a ansiedade. Eu quero convidá-los a participar das mais de 70 Comissões temáticas que temos na OAB. O começo na profissão não é fácil, então, saiam da zona de conforto e venham participar da sua casa, a Casa da Cidadania, a Casa do Advogado. Aqui, vocês terão o apoio da OAB, terão palestras e cursos de capacitações para assim começarem no mercado de trabalho. Então, estudem e acreditem nos seus sonhos. Eu desejo muita sorte e perseverança nessa caminhada. Vocês são donos das suas escolhas”.

“Vocês só ganham demonstrando para aquele que vai julgar a causa quando vocês têm pleno conhecimento daquilo que vocês estão fazendo. Essa é a função da Escola Superior da Advocacia, essa formação continuada. Se você não se atualiza, você não consegue estar a par do que acontece no seu país”, pontuou o Diretor-Geral da ESA/MS, Ricardo Pereira. “Nesses três anos de gestão foram 646 eventos, um evento a cada um dia e meio útil. Eu convido vocês também a participarem das nossas Pós-Graduações que serão abertas no ano que vem, com parceria da PUC de São Paulo”.

A Secretária-Geral Adjunta da Caixa de Assistência (CAAMS), Dora Waldow parabenizou os novos advogados. “A Caixa de Assistência faz parte da OAB e está sempre de portas abertas a todos vocês. Acessem o site da Caixa e conheçam todos os planos e convênios que temos. Eu tenho orgulho de conhecer e fazer parte da Caixa de Assistência. Então, aproveitem, façam uso da casa de vocês. Sejam bem-vindos”.

Paola de Abreu Vice-Presidente da OAB/MS Gervásio Alves de Oliveira Júnior

O paraninfo da turma foi o Conselheiro Estadual da OAB/MS, Marcos Pollon. Ele destacou três pontos em seu discurso: vocação, ética e ousadia. “Tenha sempre em mente a grandeza da profissão que vocês escolheram. Muito mais que uma profissão, ser advogado é uma vocação, similar ao sacerdócio porque 24 horas do seu dia e pelo resto de suas vidas, vocês serão advogados. Muito antes de se preocupar em defender ou não uma causa, lembrem-se vocês defendem o direito e por essa via, o estado democrático de direito. O sucesso na advocacia e o êxito financeiro não são os fins da vocação que estão abraçando hoje, mas consequências que virão com o tempo”, destacou.

“Zelem pela ética e pelo cuidado na profissão de vocês. Um advogado que não se prepara para proteger o direito de outras pessoas e defender na grandeza o estado democrático de direito, não está sendo responsável e coerente com a vocação que escolheu. Então lembrem-se, o nome de vocês é o vosso maior patrimônio, zelem por ele, independente de qualquer situação, não ousem atuar antes de estarem prontos para a demanda”, orientou Pollon.

Ele concluiu seu discurso parafraseando Sobral Pinto: “Afirmar que o mercado está saturado é desculpa de covardes. Advocacia não é profissão para covardes. Portanto, quando todas as luzes se apagam e todas as vozes se calam, o advogado que se levanta. Bem-vindos a advocacia”.

O grupo também foi recepcionado pelo Vice-Presidente Gervásio Alves de Oliveira Júnior, que incentivou os profissionais a exercerem a profissão com paixão e ética, seguindo exemplo do Advogado Abrão Razuk, Presidente em exercício do TRE-MS. “Com todo esse tempo de advocacia e experiência, Doutor Abrão é um homem tenaz, vivo e sagaz, a frente de todas as emoções e embates jurídicos. Ele é hoje o único caso no Brasil de um advogado, derivado da vaga da advocacia, a ocupar a Presidência de um Tribunal Eleitoral. Hoje ele é Presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul. Abrão foi Vice-Presidente do Tribunal de Ética e Disciplina, por duas vezes Conselheiro desta Seccional, por isso nos honra muito, honra a todos os advogados de Mato Grosso do Sul. A nossa Presidente da Comissão da Jovem Advocacia Janaina Pouso também. São dois exemplos. Nós temos o jovem advogado desabrochando para a vida profissional e na outra ponta, um advogado sênior que não perde a paixão e a emoção pela advocacia. Todos vocês têm aqui em quem se espelhar, nessas pessoas e tantas outras, para bem começar e perenemente continuar até o final de suas vidas profissionais”.

Gervásio comentou sobre o cenário atual em que vivemos. “Este momento, que vocês estão recebendo carteira, é um momento de mudança de paradigma em nosso país. Vivíamos até pouco tempo na teoria do Gérson, na teoria de querer se dar bem acima de tudo, de querer utilizar-se da esperteza, sagacidade maligna, para atingir os objetivos. Teoria do chamado então politicamente correto. É aquele que o poder político mandante estabelece as regras e condutas e não aquile que emana da ética e da moral de um povo. Essa quebra de paradigma no momento em que vocês recebem a carteira é para dizer que precisamos pensar com grandeza em nosso povo e no nosso país. O politicamente correto para o advogado é a obediência sacerdotal ao estado democrático de direito. Quando vocês lutam para preservar o estado democrático de direito, vocês estão lutando para o politicamente correto da sociedade e não para uma casta ou um grupo social. Tenham a energia das pessoas e a sabedoria de aplicar a lei soberana aos anseios da população e da sociedade”, finalizou referenciando Abrão Razuk e Janaina Pouso.

Talisle Kaorama Machado de Lima leu o juramento. O discurso de recepção aos novos profissionais foi feito pela Advogada Daniele Camargo da Silva que baseou seu texto nas palavras de Mario Quintana “Uma vida não basta ser vivida. Ela precisa ser sonhada”. Ela explicou: “Hoje será uma data que jamais esqueceremos. Entramos por essa porta como bacharéis de direito e a partir de agora teremos a responsabilidade e honra de sermos advogados. Todos nós sonhávamos com essa solenidade. Hoje, o abstrato e o concreto se fundem. […] Se estamos aqui foi porque nunca desistimos”, disse a Advogada agradecendo os pais, familiares e amigos pela união em todos os momentos.

Discurso do Presidente

Ao dar as boas-vindas aos mais novos colegas, o Presidente da OAB/MS, Mansour Elias Karmouche disse do orgulho de ter trabalhado com Abrão Razuk. “Tive a grata oportunidade de fazer estágio com o Doutor Abrão Razuk logo após a conclusão da faculdade. Uma das pessoas que mais me incentivaram nos estudos. Hoje, é com muito orgulho que ele preside, de forma inédita, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul na classe dos advogados. Ele é o Juiz em atividade mais antigo do Brasil. Um exemplo a ser seguido. Um exemplo de ética, de garra e de determinação”.

Mansour deixou claro a necessidade dos advogados e advogadas estarem cientes de seus deveres e prerrogativas legais para exercerem a profissão que escolheram. “A partir de hoje vocês entram na Casa da Cidadania. Vocês são advogados e somam a mais de 16 mil em todo o Estado de Mato Grosso do Sul. O mercado precisa ser trabalhado por vocês. O momento atual requer muito preocupação, principalmente, para nós advogados. Nós sabemos que grandes mudanças estão acontecendo, muitas vezes podem acobertar violação de direitos, retrocessos ou violação das nossas prerrogativas. Esse conjunto de instrumentos que faz com que vocês possam exercer a profissão de vocês. A Constituição garante a todo mundo um processo justo, rápido, respeitando o contraditório e a ampla defesa. Mas, vocês só podem fazer isso ou exercer esses direitos e garantias se vocês tiverem as prerrogativas. No entanto, a violação das nossas prerrogativas ainda acontece. Por isso, nós precisamos trabalhar para que as nossas prerrogativas sirvam para a defesa da sociedade”, destacou.

O Presidente ainda chamou atenção para a importância do Exame de Ordem. “O Exame de Ordem é um filtro necessário para a proteção da sociedade e do Poder Judiciário. Nós não podemos aceitar, de modo algum, qualquer tipo de tendência a acabar com o Exame de Ordem. Há uma proliferação dos cursos jurídicos no Brasil. Apenas nos últimos seis meses foram criados mais de 17 mil vagas em todo Brasil. Um número absurdo”.

“Teremos pela frente tempos de grandes mudanças no nosso país. Mudanças essas que nós escolhemos. Por isso precisamos estar vigilantes. Combater a corrupção é uma das maiores bandeiras, mas dentro da lei. A criminalidade precisa ser combatida, mas dentro da lei. A partir do momento que vocês quebram essas regras, com exceções, vocês tornam a exceção uma regra. Então, respeitem a lei, sem abrir mão do que já conquistamos. Essa, a partir de hoje, é a casa de vocês. Temos vários serviços oferecidos pela Caixa de Assistência e Escola Superior de Advocacia. Então, sintam-se em casas. Participem da nossa instituição. Sejam muito bem-vindos filhos e filhas da Ordem dos Advogados do Brasil”.

fonte OAB/MS

Pin It