Preço da soja acumula queda de 3,59% nos 6 primeiros dias de agosto

Agosto começou com queda nas cotações da soja em Mato Grosso do Sul, que acumularam recuo de 3,59% entre os dias 1º e 6. Segundo a Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), a situação se deve principalmente à revisão da oferta do produto americano e deve ser pontual, já que a demanda mundial continua aquecida e deve superar essa desvalorização.

O preço médio do grão fechou a última segunda-feira em R$ 73,75. Levando em consideração as variações individuais de cada município nesse mesmo período, observa-se que Maracaju e Campo Grande tiveram as maiores retrações. Nesses locais, a oleaginosa despencou de R$ 76,50 para R$ 73 nos seis primeiros dias do mês. Já em Caarapó e Dourados, o produto foi de R$ 77,50 para R$ 74, o que corresponde a uma baixa de 4,52%.

As cotações registradas na semana entre os dias 30 de julho e 6 de agosto acumularam baixa de 2,48%. Novamente Maracaju teve a maior retração, de 3,95%. Ponta Porã e Chapadão do Sul não tiveram variações nesse período. Conforme a Famasul, Mato Grosso do Sul havia vendido 78,28% das 9,5 milhões de toneladas da soja colhida na safra 2017/2018 até a última segunda-feira, o que corresponde a aproximadamente 7 milhões de toneladas. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve aumento de 10,9 pontos percentuais na negociações.

Fonte: CGNews

 

Pin It